cabecalho s.s.passe cras aracatiba curso de artesanato .jpg

“Aprendendo com a arte de reciclar”

cabecalho conviver acao.JPG

Projeto Conviver em ação nas comunidades

cabecalho praticas.JPG

Conviver incentiva práticas agroecológicas

cabecalho roda leitura.JPG

Álbum Apresentações Cordel Conviver

Em caso de emergência, furto ou vandalismo nas instalações e equipamentos da Petrobras, ligue 08000 71 10 50.

logo conviver

 

Login do usuário

O Projeto Conviver

Projeto iniciado em 1998 pela Petrobras com o nome de Programa de Educação em Segurança, Meio Ambiente e Saúde, o Conviver foi criado para atender à condicionante de licença ambiental estabelecida pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA). A iniciativa, no entanto, se tornou importante ferramenta educacional e de relacionamento, promovendo a aproximação com as comunidades.

Desde 2011 assumiu novo formato e está sendo executada pelo ELO - Ligação e Organização, instituição cuja missão é fortalecer grupos e processos sociais em torno da afirmação dos direitos civis, econômicos, sociais, culturais e ambientais através da assessoria ao desenvolvimento das organizações.

 

Público-alvo

O Conviver atua em 160 comunidades, distribuídas por 20 municípios baianos da área de influência da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Petrobras na Bahia/UO-BA.


Objetivo

Construir e/ou fortalecer o relacionamento entre a Petrobras/ UO-BA e as comunidades da sua área de influência, com base no respeito mútuo e no exercício da cidadania, visando a segurança ambiental e o desenvolvimento socioeconômico dessas comunidades.

 

Parceiros

  • Grupo Ambientalista da Bahia (Gambá);
  • Grupos comunitários, associações de moradores, cooperativas da área de abrangência da ação, bem como sindicatos, igrejas, pastorais, fóruns, redes, escolas municipais, prefeituras e órgãos governamentais dos diversos âmbitos presentes e/ou que atuam nos municípios que integram a área do projeto;
  • Incubadora Tecnológica de Cooperativas da Universidade Católica de Salvador (ITCP/UCSAL).

 

Atuação

O projeto tem duração de três anos (2011 - 2014). As ações desenvolvidas são:

  • Comunicação preventiva e dirigida sobre os riscos dos empreendimentos da Petrobras;
  • Fortalecimento do exercício da cidadania, organização e protagonismo social;
  • Incentivo à projetos voltados para a geração de renda nas comunidades;
  • Realização de oficinas, seminários, encontros, visitas, reuniões e intercâmbios sobre diversas temáticas, como: meio ambiente, saúde, juventude e gênero, políticas públicas e desenvolvimento econômico.